The Yeatman, um hotel vínico com a melhor vista sobre a cidade do Porto

Em Agosto de 2010, o The Yeatman hotel abriu portas e trouxe-nos a melhor vista sobre a cidade do Porto. Situado bem no centro de Vila nova de Gaia, sobre as Caves de Vinho do Porto, onde a história se respira.

Antes de vos contar a minha experiência gastronómica, devo começar com a história deste hotel que tem o nome de uma família bastante importante na nossa herança cultural sobre o vinho do Porto.
A maior parte das empresas de Vinho do Porto são de origem britânica. E, a família Yeatman e seus descendentes são prova disso mesmo. Desde 1838 que estão neste ramo e hoje são detentoras de 3 das grandes companhias de vinho que existem, Taylor’s, Croft e Fonseca. Mas as surpresas não ficam por aqui, com a mais abrangente cave de vinhos portugueses do mundo, este hotel distingue-se pelos 109 quartos e suites, bem como a parceria vínica que tem com os produtores de todas as regiões de Portugal.
Um paraíso para apreciadores de vinho.

A entrada do hotel é magistral, somos tão bem recebidos que nos leva a crer que não é a primeira visita como se de clientes habituais nos tratássemos e isso faz nos sentir em casa.
Decidi assistir ao pôr-do-sol no Dicks bar e escolher um dos famosos cocktails.
O melhor sunset sobre o Rio Douro. As casas tradicionais portugueses da ribeira do Porto iluminadas pelo laranja amarelado, a luz brilhante a reluzir no leito no rio e todas as pessoas a sentir aquele momento.
Seguindo para o restaurante, uma excelente recepção e amavelmente fui guiada até à minha mesa, com uma vista soberba sobre a cidade do Norte.

Entre um couvert cheio de surpresas, azeite da Quinta de Vargellas e presunto ibérico, manteiga e umas surpresas do chef, passamos às entradas, um prato de carabineiros e outro de polvo, umas iguarias perfeitas com uma selecção de vinhos perfeita a harmonizar.
Depois de tantas pequenas delícias, precisei de uma pausa antes do que pode ser chamado o ponto alto do jantar.


Comecei por um arroz de peixe e mariscos e para terminar, o melhor arroz de faisão e cogumelos que alguma vez provei. Equilibrado, todos os sabores em uníssono, rico, saboroso e altamente recomendável.
As sobremesas foram muito apreciadas também, sinceramente de difícil escolha, contudo, optei por duas sobremesas, uma com chocolate e outra de mirtilos.
A de chocolate composta por Ganache branca e chocolate 72% acompanhada de gelado de chocolate, a de mirtilos, num cheesecake com queijo fresco e lima.
Excelente frescura, ideal depois de uma excelente refeição.

Entendo quando dizem que não está ao alcance de todos, mas sempre que tiverem uma oportunidade, ou que festejem uma data importante… Visitem, vale todo o segundo.

Com o fim da noite e meio que a rebolar após tanta comida, ainda houve tempo para apreciar todos os apontamentos artísticos, vínicos e históricos que o hotel tem.
Cada canto tem uma história para contar, quadros e esculturas incríveis.

O hotel Yeatman tem, também, o restaurante Gastronómico, liderado pelo chef Ricardo Costa, distinguido com 2 estrelas Michelin e diversos outros prémios de renome nacional e mundial, mas terá que ficar para uma outra oportunidade 🙂



Deixar uma resposta