Como tirar fotografias rodeada de pessoas?

Amante de fotografia, não só adoro fotografar como gosto imenso de ser fotografada e acho que o que sentimos transparece no produto final.
Gostas de fotografia, mas as que tiras em casa ficam melhores do que quando alguém te fotografa?
Falta de confiança, vergonha e timidez são os principais motivos pelos quais as tuas fotografias não sobem de nível.
E como combater isso?
Perguntam-me muitas vezes:
– Como não tens vergonha de posar com tantas pessoas à tua volta?

A verdade é esta, em tempos também fui essa pessoa tímida, envergonhada e certamente muito deixei por fazer com receio do que outros pudessem pensar de mim.
Mas a realidade é que quem acabava a perder era eu. Ficava frustrada com o que não tinha feito. E porquê? Por medo? Vergonha?
Não afetava apenas as minhas fotografias, mas a minha vida em geral. Tinha falta de confiança em mim e não havia motivo para tal.

Mudar toda a nossa atitude requer prática e ajuda, sim, se queres treinar como posar rodeada de pessoas tens de perder a vergonha a fazê-lo com pessoas em quem confies primeiro.

Escolhe algumas localizações

Se não sabes boas localizações para tirar fotografias onde vives, vai à procura. Uma praia, uma rua, uma parede colorida, o importante é ter imaginação.

Escolhe alguns outfits e acessórios

Tenta combinar os outfits com os locais escolhidos, usa acessórios que se destaquem. Troca de roupa, de sapatos. É um dos grandes truques dos Influencers, tirar várias fotografias no mesmo dia, várias localizações e diferentes outfits. Desta forma tem conteúdo para partilhar várias vezes sem cansar os seus seguidores.

Cria uma playlist divertida, que te motive

Tal como usamos música quando fazemos exercício físico porque aumenta a motivação, tirar fotografias não é diferente. Ajuda na descontracção, nos movimentos e a ter um bom e divertido momento.

Pesquisa ideias de fotografias

Gosto sempre de planear o tipo de fotografias que vou tirar. Tendo em conta o local que escolhi, penso o que vou vestir, calçar, se quero uma fotografia de corpo inteiro ou retrato. Se quero acessórios ou alguma posição engraçada. A minha cabeça fervilha ideias, mas quando me falta inspiração recorro principalmente ao Pinterest. A criatividade não para neste site, é uma grande ajuda.

No local, monta o teu cenário, liga a música

Pousa as malas, monta o tripé, liga a música. Finge que estás em casa e que ninguém te vê. As pessoas vão olhar, às vezes até parar para apreciar e a dada altura a vergonha transforma-se em diversão e até alguma motivação.

Filma em vez de fotografar

Muitas vezes tenho na ideia exactamente a fotografia que quero tirar, o outfit, o ângulo, as sombras, mas enquanto estou a fotografar não fica como imaginei.
O meu truque é filmar em vez de fotografar, enquanto filmamos captamos os nossos movimentos naturais e não há nada que fique melhor numa fotografia do que naturalidade. Para além de ter a possibilidade de posar vezes sem conta, o que me dá mais hipóteses de conseguir a fotografia perfeita.

Dança, salta, ri..

Age como se estivesses apenas a divertir-te, não te foques na fotografia, mas em ti.
As pessoas vão achar estranho passar por ti e estares a dançar, saltar ou a rir sem parar? Quase sempre. Mas no final do dia vais perceber que tiveste um dia incrível e que te divertiste ainda que outros te julgassem.

Pratica com amigos e divirtam-se

É mais fácil passar vergonhas acompanhado do que sozinho certamente. Convence os teus amigos e melhora a confiança em ti próprio. Começa por sítios onde ninguém vos conheça, perde o medo e esquece o que os outros pensam.

Hoje em dia para além de conseguir cumprir os meus objetivos, divirto-me enquanto o faço. Não só por o fazer com gosto, mas principalmente porque não quero saber. E quando não queremos saber não há razão para que gozem connosco, por outro lado perguntam como o fazemos.

Enquanto estou a viajar, acontece-me todos os dias. Às vezes dou por mim rodeada de pessoas e muitas delas a fotografar elas mesmas as “figuras” que eu estou a fazer.
Mas qual a probabilidade dessas pessoas sequer me encontrarem novamente?!

No fim do dia apenas penso, ainda bem que tive a possibilidade de fazer aquelas pessoas rir, ainda bem que lhes proporcionei um bom bocado.
Se te sentires bem contigo, não tens como te sentir mal com os outros. E isso influencia não só nas fotografias, mas em todos os aspetos da vida.



Deixar uma resposta